UMA GRÉCIA ATEMPORAL | Living Design
556
post-template-default,single,single-post,postid-556,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode_grid_1300,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-17.2,qode-theme-bridge,disabled_footer_bottom,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-5.6,vc_responsive

UMA GRÉCIA ATEMPORAL

Há séculos, a simetria e a monumentalidade da Grécia Antiga seduzem arquitetos e designers por suas proporções que tanto marcaram a cultura ocidental. E claro que o visionário designer alemão Karl Lagerfeld (1933-2019) não havia de ficar de fora dessa.

Antes de falecer, em fevereiro deste ano, o ícone fashion projetou uma coleção de arte de esculturas funcionais inspiradas no período que, assim como ele dizia, originou o sentido de beleza, cultura e modernidade que conhecemos atualmente.

Feitas em conjunto com a arquiteta libanesa Aline Asmar d’Amman, as peças foram exibidas na mostra chamada Architectures (arquiteturas, em português), na renomada galeria Carpenters Workshop, em Nova Iorque, até o mês novembro.

“Não é nada de novo, mas é atemporal. Inspirei-me nas proporções perfeitas das colunas gregas. Elas são, de fato, a origem do nosso padrão de beleza. Não é nada mais moderno do que a Antiguidade”, afirmou Lagerfeld na época da criação dos objetos, que incluem guéridons, mesas, luminárias, consoles, fontes e espelhos.

Cada peça foi cortada, esculpida, lapidada e polida na Itália pelos melhores artesãos a fim de valorizar a excelência dos mármores cuidadosamente selecionados: o Arabescato Fantastico, um branco vibrante com veias em cinza-escuro que não é encontrado há mais de trinta anos, e o Nero Marquina, preto e com veias brancas leitosas, semelhantes a traçados de pincel. Um luxo!

No Comments

Post A Comment