CHEIRO DE CAFÉ NO AR | Living Design
468
post-template-default,single,single-post,postid-468,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode_grid_1300,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-17.2,qode-theme-bridge,disabled_footer_bottom,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-5.6,vc_responsive

CHEIRO DE CAFÉ NO AR

Há exatos 100 anos, o inventor italiano Alfonso Bialetti (1888-1970) inaugurava sua oficina na cidade de Crusinallo, no norte da Itália, para desenhar e fabricar produtos semiacabados em alumínio. Dono de um espírito empreendedor e criativo, Bialetti caminhava para criar uma das maiores inovações do segmento de design e que revolucionou o mercado de café no mundo, a cafeteira Moka.

Inspirado pela maneira que as antigas máquinas de lavar roupa funcionavam, o engenheiro projetou em 1933 a cafeteira à pressão que elabora e filtra café por meio do vapor de água enquanto o alumínio, graças à sua porosidade, realça o aroma do café. Inovadora, ela permaneceu em pequena escala, limitada pela distribuição local.

Tudo mudou quando, em 1946, o empresário italiano Renato Bialetti (1923-2016), filho de Alfonso, decidiu reverter a lógica artesanal para uma produção industrial, comercializando em apenas um ano milhões de peças a mais do que o pai havia vendido em dez anos. Sabendo que publicidade é a alma do negócio, Renato investiu na divulgação, ressaltando a simplicidade da forma e funcionalidade da Moka, além de sua longevidade excepcional.

Moka Gold

Cafeteira Rainbow

O famoso desenho “homenzinho de bigode”, criado na década de 1950 pelo artista italiano Paul Campani (1923-1991), apenas ajudou a consolidar o sucesso da marca. Ícone do design e do café, o modelo Moka sofreu poucas alterações em sua forma, permanecendo praticamente inalterada a forma típica octogonal em alumínio. A peça chegou até mesmo a ser incluída nas coleções do Museu de Artes Modernas (MOMA), em Nova York.

Cafeteira Break Alpina

Mini Express 01 Xícara

Mokona Espresso

No Comments

Post A Comment