ARTE PARA TODOS NÓS | Living Design
487
post-template-default,single,single-post,postid-487,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode_grid_1300,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-17.2,qode-theme-bridge,disabled_footer_bottom,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-5.6,vc_responsive

ARTE PARA TODOS NÓS

Recentemente estive em Teresina, no Piauí, e, casualmente, conheci o trabalho de um jovem talento, o artista plástico piauiense Rafael Albuquerque (30), o Jabuh. Sua obra mexeu tanto comigo que quis conhecê-lo e, claro, adquirir um quadro dele para meu novo apê.

Jabuh

Em nossa conversa, percebi que sua arte transpira uma personalidade autêntica, plural, fundamentada e comovente. E é por isso que muitas vezes desejamos tanto ter arte dentro de casa. Afinal, o lar é uma forma de expressão, um lugar onde a nossa identidade é transparente, onde uma gravura, assim como objetos, mobiliário de design e cores das paredes, dizem muito sobre nós. Essa reflexão me fez pensar sobre todas as vezes em que senti empatia diante de uma tela ou de uma foto, mas não tive acesso ao autor ou não pude adquirir a obra. Mas um novo hábito do mundo das artes tem dado maior acesso ao trabalho de fotógrafos, artistas e grafiteiros renomados.

Projeto Beatriz Quinelato

Isso porque esses criativos estão disponibilizando suas obras em séries numeradas e assinadas às galerias virtuais, que vendem para todo o planeta. Para conhecer esta realidade, visitei a Democrart, que está no mercado de arte online desde 2010 e tem lojas físicas para auxiliar os clientes. Fundada pelo empresário paulistano Bruno Rampazzo (44), a galeria propõe desmistificar a ideia de que obras de arte podem ser consumidas somente por um pequeno grupo de pessoas. “Optei pelo conceito de obras múltiplas com impressão em série, que garante um preço final mais competitivo. Todas as impressões que fazemos seguem o padrão de museu”, me disse ele.

Tags:
,
No Comments

Post A Comment